Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Comunicação > Notícias - InforMMA
Início do conteúdo da página
 
Quinta, 10 Maio 2018 18:30

Copa Verde terá troféu de madeira certificada

Divulgação
Troféus da Copa Verde 2018

Campeonato com viés sustentável termina em Belém no dia 16 de maio. Também será anunciado o vencedor do concurso de redação.


Brasília (10/05/2018) – No dia 16 de maio a Copa Verde de futebol 2018, que reúne 18 times das regiões Norte, Centro-Oeste e do estado do Espírito Santo, vai premiar o campeão e o melhor jogador em campo na final da competição, em Belém-PA, com troféus simbólicos feitos de madeira certificada pela FSC Brasil, que emite selo de reconhecimento de produção responsável de produtos florestais.

Projetados pelos designers Carlos Motta e Leonardo Lattavo e produzidos pela Cooperativa Mista da Flona do Tapajós, no município de Belterra no Oeste do Pará, os troféus serão entregues no dia em que será anunciado o vencedor nacional da 3ª edição do Concurso de Redação Copa Verde.

O concurso é uma parceria entre a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Ministério do Meio Ambiente (MMA), por meio do Departamento de Educação Ambiental, e o Ministério da Educação (MEC).

Para o ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, a iniciativa traz resultados muito positivos ao ecossistema. “A Copa Verde é um sucesso no Brasil, repercute internacionalmente, é o único campeonato de futebol no mundo com o recorte de sustentabilidade e com ações socioambientais, como, por exemplo, o concurso de redação. E esse encontro entre esporte, meio ambiente e educação traz resultados muito positivos”, destaca o ministro.

AÇÕES SUSTENTÁVEIS

A competição é a primeira sustentável do mundo e toda madeira utilizada na premiação será extraída de áreas de manejo florestal que reúne práticas de plantio e reflorestamento que beneficia toda a cadeia produtiva.

A diretora do Departamento de Educação Ambiental do MMA, Renata Maranhão, afirma que o esporte também pode ser uma ferramenta de conscientização socioambiental. “Para enfrentarmos os desafios sociambientais globais é necessária a atuação sinérgica e integrada de todos. O futebol é um instrumento que mobiliza milhões de pessoas, sendo um espaço importante para o desenvolvimento de ações de educação ambiental”, defende a diretora.

A Copa Verde é acompanhada de ações voltadas ao estímulo da consciência ecológica, como a reciclagem de materiais, concursos de redação com temas ambientais, aulas de futebol para crianças em situação de vulnerabilidade e compensação das emissões de carbono.

A competição segue com o mote Carbono Zero e continuará promovendo a troca de garrafas PETs e latas de alumínio por ingressos para os jogos. Na edição de 2017, o campeonato evitou a emissão de 19 toneladas de carbono e gerou uma economia de 51,6 m³ de água por meio da coleta de resíduos sólidos; destinou à reciclagem 2,57 toneladas de garrafas pet e compensou todo o carbono emitido pela competição (265 toneladas de CO2) por meio do plantio de 1.450 mudas de árvores em Anapu (PA), entre outras ações.

REDAÇÃO

O vencedor nacional do concurso ganhará camisa da Seleção Brasileira de futebol, autografada pelos jogadores, viagem para Foz do Iguaçu (PR), com acompanhante, para conhecer os projetos socioambientais desenvolvidos por lá, e certificado de melhor redação do concurso a ser entregue pelos ministros do Meio Ambiente e da Educação, além do representante da CBF.

O concurso foi realizado nos estados onde acontece a Copa Verde – Tocantins, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Rondônia, Espírito Santo, Pará, Roraima, Mato Grosso, Acre, Amapá e Amazonas – por adesão voluntária. As premiações vão para os alunos e para as escolas, todas do Ensino Fundamental.

A redação teve como tema “Vamos cuidar do Brasil, cuidando das águas”, o mesmo da V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente (V CNIJMA). A intenção foi estimular os alunos a aprofundarem o tema e adquirirem mais conhecimentos e valores sociais relacionados às questões socioambientais.

 

Por: Bruno Romeo/ Ascom MMA


Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA)
(61) 2028-1227/ 1311/ 1437
imprensa@mma.gov.br



Fim do conteúdo da página